90 anos do Voto Feminino: história e relevância na atualidade

Para conhecer a história do voto feminino e a relevância desse ato democrático hoje, leia este artigo.

O voto feminino é um marco importante para as mulheres e para a democracia brasileira. Isso porque as mulheres podem participar da vida política votando, escolhendo candidatos (as) que representem seus interesses. Nesse sentido, vale destacar que a conquista do voto feminino completa 90 anos em 2022.

Para conhecer a história do voto feminino e a relevância desse ato democrático hoje, leia este artigo.

 

História do voto feminino no Brasil

Em 24 de fevereiro de 2022, instituições como o Congresso Nacional e a Justiça Eleitoral comemoraram os 90 anos do voto feminino no Brasil. Isso porque foi em 24 de fevereiro de 1932 que a lei eleitoral brasileira passou a garantir o direito de voto do público feminino.

No entanto, a luta pelo sufrágio feminino e pelo direito de serem eleitas começou décadas antes dessa data. Uma das principais batalhas a favor do sufrágio feminino foi uma proposta de mudança na constituição federal que previa o privilégio. Entretanto, a alteração proposta foi rejeitada.

Foi só em 1934 que o voto feminino foi incluído na constituição federal, mas com algumas regras. As mulheres casadas podiam votar só se tivessem a autorização do marido. Já as viúvas e solteiras caso tivessem renda própria. No mesmo ano, as mulheres também puderam participar das eleições.

Desde então, muitos foram os desafios e conquistas. Por isso, as autoridades públicas e civis celebram o voto das mulheres no mês de fevereiro.

 

Relevância do voto feminino na atualidade

Como vimos, o voto feminino representa um marco importante para a democracia e para as mulheres. De acordo com a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT), a relevância do voto feminino na atualidade pode ser demonstrada a partir dos seguintes pontos:

 

Igualdade de tratamento perante a lei

Homens e mulheres devem ser tratados igualmente perante a lei. Portanto, o voto das mulheres hoje é uma ação importante para garantir isso. Ou seja, assim como os homens, as mulheres podem e devem votar em candidatos que representem seus interesses, por exemplo, que defendam a igualdade salarial no mercado.

 

Conquistas

Hoje, o papel das mulheres na sociedade é muito importante porque o direito ao voto garante a possibilidade de elas lutarem por seus direitos. A mulher agora é mais do que apenas uma dona de casa. Ela pode se engajar em ações coletivas, defender a agenda do público feminino, votar em candidatos que representam seus interesses e concorrer a cargos eletivos.

Em síntese, as mulheres podem participar efetivamente de discussões políticas e colaborar nos processos de tomada de decisão de outras mulheres.

 

O eleitorado feminino é de 52% no Brasil

Pode-se dizer que o voto feminino é decisivo para as eleições. As mulheres representam 52,5% do eleitorado nacional. Assim, elas podem dar um contributo significativo para o desenvolvimento e futuro do país.

Dado o que vimos, fica claro que o voto das mulheres é hoje uma ferramenta importante para preservar a democracia. Com esse direito, as mulheres podem participar da vida política e contribuir para o desenvolvimento do país.

Gostou do tema e quer ficar por dentro de outros conteúdos como este? Fique atento às publicações em nosso site!

Recomendado